Sem decepção!!!


Devo começar esse post dizendo que meu fascínio pela Saga Crepúsculo hoje não é o mesmo que o de 3 anos atrás, mas mesmo assim eu estava muito ansiosa para a pré-estreia de Amanhecer parte I. Motivo? Algumas das cenas mais esperadas estão nesse filme, resumindo: casamento e lua-de-mel. Demorei um pouco para fazer a minha crítica pois queria assistir o filme mais uma vez, para digerir tudo e assim poder opinar.

Inicialmente eu era contra a divisão em duas partes, não via necessidade pois Amanhecer é sim um livro grande, porém vazio com muita enrolação. Muita coisa poderia ser cortada sem afetar tanto o rumo dos acontecimentos.

Porém...

Mudei de ideia, após assistir ao filme eu me rendi. Amanhecer tem 2 horas de duração e mesmo assim faltaram aquelas ceninhas que todo mundo queria ver, se tudo tivesse que ser mostrado em apenas um filme ficaria bem complicado.

Esse é sem dúvidas o melhor filme da saga até agora. O roteiro está bem fiel ao livro, reconhecemos quase todas as falas e as cenas mais importantes foram bem adaptadas. Os atores parecem muito mais a vontade em seus personagens, principalmente Robert Pattinson e Kristen Stwart que parecem finalmente terem pegado a essência do casal protagonista. Destaque para Kristen durante a gravidez, perfeita. E Robert que conseguiu passar perfeitamente a mudança de estado de Edward, da total felicidade ao desespero.

O casamento talvez a mais esperada cena do filme alcançou minhas expectativas, apesar de não ter curtido a Bella de noiva, a cena foi linda, com direito a Stephenie Meyer emocionada fazendo uma ponta como convidada. O ponto alto foi a música Flightless Bird, tocada no momento do beijo, tenho certeza que todo fã de Twilight sentiu aquela nostalgia. Devo destacar também o discurso dos personagens na festa, foi impagável uma cena que não existe no livro mais que acrescentou positivamente ao filme.

A Lua de mel foi rápida, porém linda com direito a Edward falando português e Bella testando seu poder de sedução. Quem quer saber das cenas de sexo, não mostra muita coisa, só aquilo que vimos no trailer mesmo, Edward quebrando a cama e nada mais, para mim não foi surpresa já que o livro também não descreve muita coisa. No mais a lua-de-mel não decepcionará os fãs.



Depois de descoberta a gravidez vem a parte mais sombria do filme. Quando todos estão frágeis e confusos com esse bebê que ninguém sabe o que realmente é. A caracterização da Bella ficou impecável, dá até dó dela, o rosto pálido e o corpo magro ficaram impecáveis. Fora isso todo conflito foi bem desenrolado. E a cena do parto, que loucura, ficou bem forte. Adorei!

O que faltou?

- Bella com seu carro novo andando por Forks.

No início do livro vemos que Bella finalmente aceitou os presentes de Edward, com carro novo e cartão crédito no bolso, a cena em que ela para em um posto de gasolina e é abordada por dois homens que estão "babando" pelo seu carro, fez falta para mim.

- Contando a novidade para Charlie.

O Charlie é o melhor personagem do filme, ele ficou perfeito, atuação e caracterização impecáveis em todos os filmes.
A cena em que Bella e Edward contam para ele que pretendem se casar ficaria sensacional na telona.

- Jacob X Rosalie

As brigas e piadas entre Jacob e Rosalie são um ponto alto no meio de toda clima ruim da gravidez.

- E o Seth?

O Seth é meu lobo preferido, e é em Amanhecer que ele ganha destaque, no filme ele aparece porém não é nem de longe o quanto ele merecia, na verdade o Seth ficou bem apagado no filme, o que é uma pena, pois o ator é ótimo, exatamente como eu tinha imaginad.


- E os recém criados?

Todo conflito da parte II gira em torno dos Volturis que querem matar Reneesme, pois pensam que os Cullen transformaram um bebê humano em vampiro. E porque isso é tão sério?
A primeira parte deveria explicar porque bebês humanos não podem se tornar vampiros, mas como o assunto nem foi citado, aposto que eles vão tentar explicar tudo em uma frase na parte II e vai ficar por isso mesmo.

Enfim o balanço final foi super positivo, Amanhecer parte I, é o melhor filme da saga, finalmente parece que tudo faz sentido na versão cinematográfica. Quem é fã vai gostar e quem não é fã vai adorar!

Anota Aí...


Esse é uma novidade aqui do UP, agora toda semana terá o "Anota Aí..." que trás as melhores frases um livro.

Para a estreia eu separei algumas passagens bacana do livro "Desculpa se te Chamo de Amor" de Federico Moccia.

Você pode curtir a resenha bem aqui.




“…a raiva deve gerar sucesso. Mas o sucesso gera o quê?”

“Pensar demais em alguma coisa pode arruiná-la.”

"Todos são bons jogadores, poucos verdadeiros vencedores.”

“…quem vence festeja, quem perde justifica.”

"Quando algo nos faz falta precisamos preencher esse vazio, só que quando o que faz falta é o amor, não há nada que verdadeiramente seja suficiente."

“Você sabe a diferença entre uma mulher e uma garotinha?”
“Não.”
“Nenhuma. Ambas procuram frequentemente ser a outra.”




Você não tem escolha!

Pessoal primeiro eu queria pedir mil desculpas pelo ausência aqui no blog, ele ficou um tempinho abandonado, tudo culpa do Sr. TCC. Isso mesmo eu estou perto de me tornar uma Publicitária e estágio + TCC = sem tempo.

Mais estou de volta com a resenha de Destino!!!

Em "Destino" o futuro é dominado pela "Sociedade", que controla a vida de toda a população. Onde você mora, o que você como, onde você trabalha, como você se diverte, o que você veste, com quem você casa e até quando você morre.

A Sociedade controla todas as suas escolhas pois segundo ela, o mundo seria uma verdadeira guerra se todos tivessem poder de escolher o que quiserem. Assim todos tem uma vida saudável, já que a quantidade de comida é controlada, e cada pessoa só ingere a quatidade suficiente de nutrientes e tranquila, com um emprego seguro escolhido de acordo com suas habilidades e um parceiro perfeito para garantir um casamento feliz e filhinhos perfeitos. Todas as pessoas morrem aos 80 anos, de acordo com a Sociedade essa é a idade perfeita para morte, pois praticamente não existem mortes acidentais já que até as doenças foram controladas.

A protagonista Cassia, acaba de completar 17 anos o que significa que chegou a hora do seu "Banquete do Par", onde será anunciado seu parceiro. Os pares são escolhidos com base em estatísticas e combinação de genes. No momento do grande anuncio surge na tela o rosto de Xander seu melhor amigo, não podia ter escolha mais perfeita afinal seu par é alguém que ela já conhece, confia e gosta.

Quando o Banquete do Par acaba todos recebem um cartão com informações sobre seu par, para que se possa conhecer melhor a pessoa. Quando Cassia resolve ver o cartão o rosto que aparece na tela não é de Xander, mais sim de Ky, um rapaz tímido, seu vizinho que sempre viveu as sombras de todos e que esconde uma triste história. A partir daí Cassia começa a se aproximar e Ky até se apaixonar por ele, um amor proibído que vai contra todas as regras.

Eu estava bem ansiosa para ler Destino, pois a história me chamou muita atenção, ter uma Sociedade que nos controla pode ser interpretado como uma ótima metáfora para o mundo em que vivemos. A autora Ally Condle leva esse assunto ao extremo no livro e mostra como é importante termos opinião e sempre questionar o que nos é imposto.

Mais apesar da boa ideia, a narrativa é um pouco monótona e demora um pouco (metade do livro) para engatar, não consegui me apegar a nenhum personagem em particular, não que eles sejam ruins, é interessante ver a mente de Cassia se libertando da Sociedade, Xander apesar de ser o "rejeitado", afinal ele sempre foi apaixonado pela amiga é uma boa pessoa, bonzinho até demais. Já Ky o verdadeiro amor de Cassia é inteligente, esperto e bom. O triângulo amoroso não funciona muito bem, Xander é bem deixado de lado durante o livro e talvez esse triângulo ganhe mais força nos próximos livros. Os demais personagens são basicamente a família de Cassia, seu pai, sua mãe, seu irmão mais novo e seu avô, mais eles não ganham grande destaque.

Destino é interessante e poderia ter sua ideia mais bem explorada, esse primeiro livro me pareceu mais uma fraca introdução do que está por vir, o casal Cassia e Ky até conseguiu me convencer mais falta alguma coisa nesse romance, talvez um tempero bem apimentado.

Quem for ler eu sugiro que reflita sobre a ideia principal de Destino: Nós estamos sendo controlados e não temos poder de escolha.

#TOP 5 - Capas Divulgadas

Tem bastante tempo que eu não posto nada no TOP 5, mais ele vai voltar com força total e toda sexta feira vamos ter uma lista diferente. Hoje eu trago as melhores capas de futuros lançamentos divulgadas pelas editoras nas últimas semanas.

5. Despertada

O oitavo livro da série House of Night, não trás muitas novidades na capa, apenas mantém o formato das capas anteriores agora na cor amarela.




4. Estrela da Noite

Apesar de estar bem decepcionada com a série "Os Imortais" depois de "Chama Negra", gostei bastante da capa de "Estrela da Noite" quinto e penúltimo livro da série, vamos ver se dá um up na história!!!



3. Paixão

Eu não amei "Fallen" e não tive a chance de ler "Tormenta" ainda, porém as capas da série são sempre maravilhosas, com o terceiro volume "Paixão" não foi diferente, a capa está impecável.



2. Fome

Gone foi um dos livros mais surpreendentes que li ano passado e estou louca para ler "Fome" o segundo livro da série, a capa é bem parecida com a de "Gone". E esse livro está bem no topo da minha lista de desejo.



1. Cidade de Vidro

Todas as capas anteriores são incríveis e os livros são super aguardados, mais "Cidade de Vidro" ficou em primeiro lugar não só pela capa que é bem bacana mais sim porque esse livro é incrível, eu já li, amei, para mim é de longe o melhor da série até agora e eu estou louca para pega-lo nas mãos.


E vocês o que acharam da minha seleção de capas divulgadas, concordam ou discordam??

Um Dia...

Precisamente em 15 de julho de 1988 Emma e Dexter se conheceram na festa de formatura da universidade e quando acordarem no dia seguinte deverão seguir caminhos diferentes. Porém esse não foi um encontro qualquer, a partir desse dia eles começam uma relação que mescla amizade, amor e muitos altos e baixos durante 20 anos.

Aí está um dos livros mais comentados do momento ao abri-lo nos deparamos com dezenas de elogios dos maiores críticos do mundo, rotulando "Um Dia" como um clássico moderno. E a pergunta que ficava na minha mente era: "Será que é mesmo isso tudo?". Hoje eu tenho uma resposta: "Sim, é isso tudo e mais um pouco!"

O grande diferencial de "Um Dia" é forma como a história é narrada, pois cada capítulo narra o dia 15 de julho durante 20 anos, tipo cap.1 - 15 julho 1988, cap.2 - 15 de julho de 1989, e assim por diante. Assim quando um capítulo termina, o próximo não será uma continuação dele, pois já terão se passado um ano e aí muita coisa já mudou, no início é meio estranho mais dá para se acostumar rápido e pegar o ritmo do livro.

O que mais encanta é a forma como o romance acontece, Em e Dex são amigos durante anos, ela guarda um paixão por ele que nunca foi muito correspondida e aprende a lidar com isso, continua sua vida e aceita a amizade. Já ele é o típico garoto mimado, sempre teve tudo que quis, vive bebendo, fumando e "galinhando" e quando se depara com o mundo real fica perdido.

Em "Um Dia acompanhamos a vida de Em e Dex durante 20 anos e acreditem muita coisa acontece. Não se trata de um romance louco onde o casal se apaixona a primeira vista e quer ficar junto para sempre, o romance desse livro não aparece do nada, ele é construído ao longo de idas e vindas e acontecimentos inesperados que dão o toque mais real a obra de David Nicholls. É um livro diferente, inteligente e surpreendente. Leiam!!!

"Um Dia já foi adaptado para o cinema e o roteiro foi escrito pelo próprio David Nicholls, o filme trás como protagonistas Anne Hathaway e Jim Sturgess, que na minha opinião não poderiam ter escolhido casal protagonista melhor. A estreia é em agosto nos E.UA e no Brasil nada de data definida por enquanto.

Olhem o poster que maravilhoso, e abaixo segue também o trailer, mais eu já vou avisando que tem spoiler!!!




Caixa de Correio #3

Tá aí gente, demorou mais saiu!!! Mais um vídeo da Caixa de Correio, eu quero me desculpar pela demora mais o motivo é que eu não tinha muitas coisas para mostrar então esperei até ter bastante livro!!!

Por favor tentem ignorar a batida irritante no vídeo, é que o vizinho tá reformando a casa e eu é que sofro.




Livros:

Diário de Uma Paixão - Nicholas Sparks - Novo Conceito
A Vidente - Hanna Howell - Lua de Papel
Diário dos Vampiros "Almas Sombrias" - L. J. Smith - Galera Record
Julieta - Anne Fortier - Sextante
A Abadia de Northager - Jane Austen - Landmark
Um Dia - David Nicholls - Intrínseca
Halo - Alexssandra Ardonetto - Agir

Blogs:


Roteiro Literal #7 "A Fera"

Deve ter uns 2 anos que eu estou esperando Beastly, ou melhor, A Fera estrear nos cinemas brasileiros. Sério, esse lançamento já foi adiado tantas vezes que simplesmente deixei pra lá, esqueci do filme, cansei de esperar. E pelo que eu achei pesquisando nos sites de cinema é que o filme tem estreia prevista para setembro em solo brasileiro. Enfim minha aposta é que vai acabar sendo lançado direto em DVD.

Enfim eu assisti ao filme (dá pra encontrar por aí) e também li o livro (que também não foi lançado no Brasil por enquanto), então vamos a minha opinião...

A Fera nada mais é do que uma versão moderna do clássico A Bela e a Fera, Kyle é um jovem bonito, rico e inteligente só que também esnobe e cruel, só se importa com a beleza física das pessoas. Ele convida uma colega de classe que todos acham estranha para uma festa só para humilhá-la na frente de todos, porém ela era na verdade uma feiticeira e após a humilhação o amaldiçoa. Ela tira a beleza dele e o transforma em uma fera, no livro, porque no filme ele fica com o rosto cheio de cicatrizes e com uma aparência feia, para quebrar a maldição Kyle tem que encontrar uma garota que o ame pelo que ele é, no prazo de 1 ano no filme e 2 anos no livro.

Ao ver a nova aparência do filho, o pai do Kyle o isola em uma casa com uma criada e um professor cego. Aqui o livro e o filme são diferentes, no livro a casa de Kyle sofre uma tentativa de assalto, e em troca de não machucar e nem entregar o bandido ele aceita focar com sua filha e assim a doce Lindy vai morar contra a sua vontade na casa de Kyle.

Já no filme Kyle vê o moço ser ameaçado por estar devendo dinheiro a traficantes, eles ameaçam inclusive sua filha caso ele não pague o que deve. Assim Kyle se oferece para "proteger' a menina e assim Lindy passa a morar em sua casa.

O resto nem precisa dizer, Lindy e Kyle vão se apaixonar e ela vai livrá-lo da maldição, ele voltará a ser lindo só que agora uma se tornou uma pessoa melhor que sabe dar valor ao que as pessoas tem por dentro. Intenso e emocionante não é???

O livro é bem simples e totalmente previsível, quase infantil então não esperem muito, mais é bonitinho e me fez relembrar a infância já que A Bela e a Fera era minha história preferida. E de uma forma geral o filme é bem fiel, mais é claro que alguns detalhes mudados, como eu disse anteriormente Kyle no livro vira uma fera mesmo, como no desenho da Disney, o que eu penso que não ficaria muito legal no filme.

Lindy é interpretada por Vanessa Hudgens, ex High School Musical, eu até gosto dela, porém fisicamente ela não tem nada a ver com a descrição do livro, em que Lindy seria uma menina ruiva, muito branca, cheia de sardas, inteligente, meiga, bondosa e não muito bonita, ela não deveria ser uma garota que chamasse atenção. Fala sério a cara da Vanessa não?

O elenco também conta com Mary Kate Olsen, dessa vez sem a irmã, interpretando Kendra, a feiticeira humilhada que resolve se vingar do bonitão da escola. E o papel caiu como uma luva pra ela, afinal Kendra usa roupas e maquiagens super estranhas e conseguiram deixar a Mary Kate do jeito que eu tinha imaginado.

A história ainda conta com outro cativante personagem, Will o professor cego particular de Kyle, sarcástico, inteligente e sincero, ele consegue ser um dos ápices do filme. Enfim Beastly conta uma história velha contada de um jeito não muito novo, é bonitinha e gostosa de ler e assistir e tem um bonitão como protagonista e nada mais.





Já virou um clássico

Aí está uma história que já estamos mais do que familiarizados, afinal tenho certeza que 99% das pessoas que estão lendo esse post já viram o filme, já se emocionaram e choraram rios de lágrimas. Então vamos passar rápido pela trama.

Todos os dias um senhor interno de uma clínica lê para uma senhora a história de amor de dois jovens de diferentes classes sociais, Allie uma bela moça de família rica, estudada e com um futuro milimetricamente planejado e Noah um simples trabalhador braçal de uma família sem muitos recursos. Durante as férias de verão mesmo com todas as diferenças sociais os dois se apaixonam perdidamente, porém quando o verão termina e Allie tem que ir embora e voltar para sua rotina de sempre. A história desse amor passa por anos de separação, mais um reencontro pode acender novamente a chama que estava a anos controlada.

Descobrimos no meio do livro que o casal da clínica são Noah e Allie, já casados e com filhos, porém ela sofre de uma séria doença o Mal de Alzheimer, que causa uma grave perca de memória. Assim ele lê a história dos dois para que Allie possa lembrar dele novamente.

Esse é para mim o melhor livro do Nicholas Sparks, eu já tinha lido a muitos anos atrás com o título O Caderno de Noah, e confesso que não lembrava quase nada da história mais agora que a Novo Conceito relançou com o título do filme resolvi lê-lo novamente.

Dizer que o livro é ótimo não é nenhuma novidade, e pra quem já ama o filme vale muito a pena ler também. E já vou avisando as duas versões são bem diferentes, algumas partes clássicas do filme não estão presentes no livro, mais não prendam-se a isso, pois o livro contém outras partes maravilhosas.

Esse foi o primeiro livro de Nicholas Sparks e traz um enredo impecável, um desenrolar cheio de reviravoltas e personagens inesquecíveis. Eu sei que todo mundo já conhece e sabe o quanto Diário de Uma Paixão é incrível. Eu particularmente nunca conheci alguém que não tenha gostado do filme, mais o livro consegue ser tão incrível quanto, porém de um jeito diferente.

Paris após meia noite... é mágica

No dia 20 de junho aconteceu o primeiro #BlogMovie promovido pelo Shopping Praia da Costa (aqui do ES), o objetivo era reunir vários blogs capixabas para compartilhar ideias e ainda assistir um filme.

Assistimos ao filme "Meia Noite em Paris" do diretor Woody Alen, protagonizado por Owen Wilson (adoro o nariz torto dele) e Rachel McAdams (de Diário de uma Paixão). Quando eu vi o cartaz (esse aí em baixo), pensei "Ahh deve ser lindo esse filme", me enganei completamente. Não é um romance, mais sim uma comédia deliciosa.


Na trama, os noivos Gil e Inez visitam Paris, ele é um escritor, que escrevia roteiros para blockbusters de Hollywood, cansado disso decide escrever um romance, mais se sente inseguro e não deixa que ninguém leia.

Como eu disse apesar do cartaz esse não é um filme de romance, Gil é completamente apaixonado por Paris e sonha em morar na cidade luz depois de seu casamento, enquanto Inez é prática e que ter uma boa estabilidade financeira depois de se casar.
Um belo dia enquanto fazia um passeio pela cidade (meio bêbado), Gil entra em um carro exatamente quanto os sinos anunciam meia noite e então ele volta a verdadeira Idade de Ouro, na década de 20. Onde tem encontros fantásticos e hilários com seus maiores ídolos, Ernest Heminghay, Zelda e Scott Ftizgerald, Pablo Picasso, Gertrude Stein, Cole Porter, Henri Matisse e Luis Buñel. E não posso deixar de citar sua conversa com Salvador Dalí que sem dúvidas é uma das melhores cenas de todo o filme.

Em Meia Noite em Paris, Woody Alen nos conquistas com belos cenários, ótimos diálogos e com encontros entre os grandes artistas da história da literatura, artes plásticas e da música. Então se você quiser dar boas risadas e encarar um filme despretensioso, porém cheio de sacadas inteligentes eu recomendo muito.

E não posso deixar de colocar aqui o cartaz que eu acho bem mais legal e condizente com a trama do filme.

Trailer:


Meia Noite em Paris

Elenco: Khaty Bates, Adrien Brody, Carla Bruni, Rachel McAdams, Michael Sheen, Owen Wilson

Direção: Woody Alen

Duração: 95 minutos

Distribuidora: Paris Filmes

Gênero: Comédia Dramática

OBS: Parabéns a iniciativa do Shopping Praia da Costa por incentivar o trabalho dos blogs.

Hello Brazil !!!


Elixir, escrito pela atriz e cantora Hilary Duff já chegou as livrarias brasileiras lançado pela Editora ID. Para divulgar o livro ela gravou um vídeo agradecendo aos fãs brasileiros pelo carinho.

Eu adorei ver a Hilary nesse vídeo mesmo que curtinho (só 20 segundinhos), porque tem séculos que ela não dava as caras por aí.

O vídeo foi apresentado nos eventos que aconteceram pelo Brasil. Quem aí já leu Elixir pode dizer o que achou aí nos comentários, porque eu ainda não li mais vontade não me falta.


Promoção Halo

Está no ar a primeira promoção do UP e o livro sorteado será Halo, da autora Alexandra Ardonetto. Você pode conferir a resenha do livro aqui.

Então vamos as regrinhas básicas:

- Ter endereço de entrega no Brasil
- Seguir o Blog
- Deixar um comentário nesse post para validar sua participação
- Preencher o formulário aqui
-Seguir a @sambarcellos no Twitter

Números extras:

Se você quiser adquirir números extras para aumentar sua chance de ganhar, é só divulgar a promoção no Twitter, Facebook ou no seu Blog.

É só divulgar a frase:

"A @sambarcellos sorteia o livro Halo no Blog UP Book até 29/07 http://migre.me/508y0"

A cada vez que você divulgar deve preencher o formulário novamente.

Você também pode divulgar o Banner da promoção no seu blog que dá direito a preencher o formulário mais 5 vezes.



O Sorteio acontece dia 29/07, o livro será enviado por mim ao ganhador em até 10 dias depois do resultado.

BOA SORTE A TODOS!!!

Primeiras cenas de "Amanhecer"


Nesse domingo dia 5 de junho acontece o já tradicional MTV Movie Awards, evento da MTV gringa que distribui prêmios entre os destaques do cinema. Sempre recheado de humor, sarcasmo e muitas celebridades o MTV Movie Awards é decidido através do voto popular, ou seja, vence quem tiver mais fãs.

Lembrando também que trata-se de uma premiação popular onde a qualidade dos filmes pouco importa, o que é levado em conta é a sua popularidade junto ao público predominantemente composto de jovens e adolescentes.

Como aconteceu nos últimos dois anos, A Saga Crepúsculo é o grande destaque da festa e também um dos filmes com maior número de indicações. Então mais uma vez todo o elenco estará lá para tentar elevar as expectativas em torno do quarto filme da série "Amanhecerparte I" e também veremos o primeiro trailer oficial do filme (finalmente).

Hoje foi lançado um mínimo teaser de 15 segundos do filme, não é muito mais vamos analisar o material...



Bom se você apertou o play aí em cima, tenho certeza que foi muito mais que uma vez, afinal o vídeo é tão rápido que nem dá ver direito as coisas, mais vamos lá...

1º Convidados levantando, tudo muito lindo mais o que interessa mesmo são os noivos então próxima cena por favor;

2º Braços de pai e filha entrelaçados, muito emocionante mais ainda não é isso que o povo quer ver, é na terceira cena que as coisas começam a melhorar...

3º Agora sim vemos uma pequena dica do visual de noiva da Bella, já vou dizendo que não gostei desse cabelo, no livro diz que a Alice trança o cabelo dela, eu sempre imaginei ele mais solto e não só preso como fizeram, mais vou tentar sobreviver;

4º E finalmente para fechar essa avalanche de informação (rsrs) vemos Edward no altar a espera de seu amor eterno, enfim ele tá lá com aquele sorriso todo feliz e meio bobo no rosto, achei digno.

Enfim agora é roer as unhas, esperar até domingo e torcer para que o trailer atenda nossas expectativas.



Roteiro Literal #6 "Água para Elefantes"

O filme "Água para Elefantes" romance adaptado do best-seller de Sara Gruen estreou nos cinemas brasileiros dia 29 de abril com um elenco que vai de vencedores do Oscar como Reese Witherspoon e Christoph Waltz até o jovem Robert Pattinson que tenta aos poucos sair das sombras da saga Crepúsculo.

No filme Jacob Jankowski um senhor de 70 anos relembra sua trajetória, quando aos 23 anos era um estudante de veterinária que perdeu os pais em um acidente, sem dinheiro, sem família e sem ter para onde ir ele pula em um trem em movimento, sem saber que acabava de entrar no trem do circo Irmãos Benzini - O Maior Espetáculo da Terra. Lá ele é contratado como veterinário e começa a se envolver nesse novo mundo, fazendo novos e inusitados amigos (e inimigos também) e principalmente se apaixonando pela bela Marlena a mulher do todo poderoso chefe do circo.

Esse era um filme que eu particularmente estava muito ansiosa para assistir, afinal eu amei o livro (resenha aqui) e sou fã do Robert Pattinson então não podia perder. Pelas fotos e também pelo trailer já era possível notar a beleza do filme, os cenários, o figurino e principalmente a fotografia são espetaculares e conseguem dar um tom de magia que nos faz mergulhar no mundo do circo.

Quanto ao livro o roteiro conseguiu ser bastante fiel, as partes mais importantes foram devidamente respeitadas , algumas poucas mudanças foram feitas mais não causaram aquele efeito de espanto como acontece na maioria das adaptações. A maior mudança que fizeram foi tirar o Tio Al do filme, para quem não leu eu explico, no livro o Tio Al é o dono do circo e o August é uma espécie de vice-presidente, braço direito, ou seja, ele também tem grande poder dentro do Irmão Benzini. Porém no filme não existe o Tio Al, sendo assim August foi colocado como sendo o dono do circo, o que não prejudicou em nada o andamento das coisas, pelo contrário só nos poupou de conhecer um personagem meio "peso morto" que nada teria a nos acrescentar.

Quanto as atuações dois atores em particular dão um show, o ótimo Christoph Waltz que mais uma vez está excelente interpretando com perfeição as oscilações de humor de August, que pode estar muito gentil em um momento e repentinamente se tornar agressivo e nervoso. O segundo destaque é o ator Hal Holbrook que interpreta Jacob aos 70 anos e consegue passar só através de sua voz todo peso da história de vida do personagem.


Já Reese Witherspoon me decepcionou um pouco, eu adoro ela, mais não consegui enxergar nela a essência de Marlena, uma mulher muito sensual e ao mesmo tempo com uma doçura de menina, e sinceramente ela estava meio sem graça no papel, não ruim, mais sim desconfortável. E não posso deixar de citar a elefanta Rosie que é uma graça e rouba a cena sempre que aparece.


Deixei Robert Pattinson por último porque é um caso a parte, a saga Crepúsculo está chegando ao fim e ele já está tentando seguir seus passos longe do vampiro que lhe deu fama. Primeiro tenho que comentar a irônia do destino, já que seu personagem se chama Jacob, em "Lembranças" eu já tinha achado a atuação delemuito boa e em "Água para Elefantes" ele manteve o mesmo nível, Jacob é um personagem que tem muito sofrimento dentro de si, mais é um típico bom moço, tenta ajudar de todas as formas os amigo e proteger sua amada de seu perigoso marido, Pattinson não faz uma grande atuação mais conseguiu me convencer.


Traduzindo, "Água para Elefantes" me encantou e no geral atendeu as minhas expectativas, é claro que o livro é melhor mais o filme não deixou a desejar. Ele tem um elenco ótimo, é visualmente lindo, tem um romance fofo e ainda trata de sérios temas sobre os maus tratos de animais, então não deixem de ler e assistir!!!

Primeira foto de "Jogos Vorazes"

A revista americana Entertainment Weekly divulgou hoje a capa de sua nova edição que trás as primeiras imagens do filme "Jogos Vorazes" adaptação do best-seller de Suzanne Collins.

A capa mostra a atriz Jennifer Lawrence como Katniss, a heroína protagonista e provavelmente mais fotos serão divulgados nos próximos dias, afinal a revista trás mais fotos em seu interior e eu espero muito ver o Josh Hutcherson como Peeta.

Então eis a capa da revista...


No início a minha opinião sobre a escolha dessa atriz como Katniss era indiferente, assim para mim ela não era maravilhosas, mas também não era ruim. Porém eu gostei muito dessa foto, a caracterização está muito bem feita, destaque para o broche e para o arco e flechas, que são acessórios fortes na personagem. Tudo bem que a expressão dela está meio assim sem demonstrar grande coisa, mais no geral para mim ela está aprovada.

Fonte: Gossip Cop

Seus pensamentos estão em perigo


Minha primeira impressão sobre "As suas lembranças são minhas" era que ele provavelmente seria uma daquelas histórias onde eu iria chorar rios de lágrimas, afinal é da mesma autora do sucesso "P.S Eu te amo", a irlandesa Cecelia Ahern, logo eu esperava fortes emoções. Porém essas expectativas não se concretizaram, não que o livro não tenha sua carga emocional, mais ele não chegou nem perto de me levar aos prantos.

A história segue contanto a vida de dois personagens, Joyce que enfrenta um difícil momento de sua vida depois de perder o bebê e se separar de seu já fracassado casamento, ela volta a morar com seu pai viúvo e Justin um professor de arquitetura que deixa a América para lecionar na Irlanda e assim ficar mais perto de sua filha que vive na Inglaterra. Qual a conexão entre eles?

Acontece que quando Joyce perdeu seu bebê, ela teve muita perda de sangue e precisou ser realizada uma transfusão, e então ela recebe o sangue doado por Justin, a partir daí ela começa a ter flashes de lembranças e memórias que não são dela, começa inexplicavelmente a entender de arquitetura e a falar latim e italiano. Enfim junto com o sangue de Justin vieram também suas lembranças, memórias e conhecimentos agora Joyce sente como se conhecesse a fundo essa pessoa sem saber como isso pode estar acontecendo.

Eu sei que lendo a sinopse assim parece se tratar de uma história bem surreal e estranha, porém ela funciona muito bem, a autora consegue criar uma narrativa despretensiosa mais ao mesmo tempo envolvente. A grande sacada do livro é que depois que Joyce e Justin se encontram pela primeira vez por puro acaso (ou não) e ambos sentem uma estranha conexão, é impossível não virar cada página esperando que eles se encontrem novamente, e a cada encontro e desencontro eles chegam mais perto de juntar o quebra-cabeça e descobrir toda a coisa da transfusão.

Aliás essa jogada de manter o leitor preso a essa espera para que os personagens descubram toda a verdade é um ponto positivo mais também negativo, afinal no final do livro eu já estava me sentindo cansada e até meio frustrada de esperar algo que nunca acontecia.

A narrativa é leve e nos leva aos cenários europeus da Inglaterra e Irlanda, não é um daqueles romances melosos, impossíveis eu arrebatadores, é uma história de amor que pode ou não dar certo e o casal protagonista é carismático e real, sem galã perfeito ou mocinha sem graça.

Enfim eu gostei muito do livro e apesar de ter me decepcionado um pouco com o final ele não estragou minha avaliação, é uma livro bonito e que te faz querer ser surpreendido a cada descoberta.

Só para sentir o gostinho

Umas semanas atrás vazaram fotos de "Amanhecer", como elas caíram na web ninguém sabe, mais a Summit (produtora dos filmes) pediu carinhosamente para que os fãs parassem de espalhá-las por aí, afinal o material continha cenas muito esperadas pelo público (sexo!) e sem falar que tudo ainda estava em fase de pré-produção, ou seja, cenas ainda inacabado.

Porém semana passada finalmente foram divulgadas as primeiras fotos oficiais de "Amanhecer Parte 1" na revista americana Entertainment Week. Então pessoal apertem os cintos e me acompanhem na análise das fotos.























Vamos começar pelo o que menos me interessa, afinal eu não sou muito fã do Jacob. Na primeira fotos ele está correndo com um papel na mão. Poderia ser o convite de casamento de Bella e Edward? Essa cena deveria ser o final de Eclipse que resolveram ignorar no filme.

Já a segunda foto não diz muita coisa. Moto, olhar preocupado, tirem suas próprias conclusões.

Porém devo destacar o que mais me chamou atenção no Jacob de "Amanhecer", pessoal ele está completamente vestido nas duas fotos!!! Se não mostrar o tanquinho aí que eu não vejo graça mesmo, não entendo porque resolveram vestir o garoto agora no último filme.














Aqui temos dois momentos casal recém-casado-apaixonado, reparem na intensidade dos olhares, arrepiei! Primeiro na Lapa e depois um café da manhã em Parati, essa lua-de-mel promete.

Isso mesmo promete muito jogo de xadrez. O que é isso??? Você está no Brasil em plena Lua-de-mel, com um vampiro tudo de bom e fica passando o tempo jogando xadrez. Assim não dá, assim não pode.

Ironias a parte o jogo de xadrez é uma referência a capa do livro, mais bem que eles podiam jogar outra hora né, porque lua-de-mel é lugar de outra coisa.

Next please!!!














Agora sim está melhor, agarração na cachoeira, é isso que nós queremos ver, Bella sensualizando de biquíni branco, Edward com aquela pegada. Detalhe, reparem na aliança na mão dele na primeira foto, linda.














Esme e as vampiras do clã Denali, pelo glamur das roupas eu aposto que essa foto é do tão aguardado casamento, se cuida Bella porque a Tânia está chegando.

E o que aconteceu com o cabelo do Caius, gente em Lua Nova estava ruim, mais isso aí já é demais parece que a chapinha passou do ponto, não curti. Agora eu sou fã do Aro, então espero que ele arrase em "Amanhecer" e parece que deixaram ele bem igual a Lua Nova, então se não é para melhorar pelo menos não pioraram.

E para finalizar a pior coisa que apareceu nessas fotos...

O que fizeram com o cabelo da Alice????

Sério não ficou legal, onde está aquele cabelo curto com as pontas todas espetadinhas, que é a marca registrada da dela. Cadê???

Poderiam ter estragado qualquer personagem, mais tinha que ser logo a Alice que é a mais diva de todas, realmente não entendi essa mudança de peruca mais fazer o que, o jeito é tentar se acostumar.

Bom desastre do cabelo a parte, dá para perceber facilmente que essa é a cena em que a Alice está preparando a Bella para o casamento. Cabelo, maquiagem e vestido, a Alice não deixa nada ficar menos do que perfeito, só quero ver como a Bella vai ficar vestida de noiva (medo).

Enfim por enquanto é isso, esperamos por mais fotos e quem sabe em breve não sai um trailer para a alegria dos fãs, lembrando que "A Saga Crepúsculo: Amanhecer Parte 1" estreia no Brasil dia 18 de novembro.


Poll

Followers

Ocorreu um erro neste gadget