Chutando o pau da Cabana!

Galera,

Esses dias resolvi ler (lê-se minha mãe obrigou) o livro que fez muito sucesso ano passado: A Cabana de Willian Young. 'E o que você achou?', você pergunta.
Eu achei sofrível. Um livro de uma história vaga, sem enredo, cheia de bla-bla-bla e muita enrolação.

'Mas por que vendeu tanto então?'

A resposta está nos leitores. Suponho que a maioria deles sofrem muito na vida e depositam em Deus, um personagem ímpar na história deste livro, a esperança de algo melhor. O livro em si tá muito mais pra auto-ajuda porque no fim das contas fala que as desgraças da vida não são por acaso, mas plano de Deus para tornar você melhor.
A história é basicamente um diálogo de um homem que já sofreu pra caramba e que perde a filha (logo no início) e acaba voltando à Cabana onde a encontrou. Lá encontra Deus, uma negra gorda (que só surpreende quem não conhece autores americanos), Jesus (com cara de muçulmano) e uma maluquinha que representa o Espírito Santo.

Sugiro a leitura para aqueles que precisam compreender um pouco das desgraças da vida e tenham certo afinco com a religião (o que não é o meu caso)




3 comentários:

Marcel

Muito BOM!

Marcel

A crítica, não o livro!

@vinimorellato

hauhauauhauahu - vale a pena ressaltar

Postar um comentário

Poll

Followers

Ocorreu um erro neste gadget